Franquias, como posso abrir uma com ou sem empresa?

|

Você passou anos da sua vida acumulando um bom capital ou alcançou um bom patamar na sua empresa e agora está preparado para construir franquias?

Bem que você queria que isso fosse verdade, mas a realidade da maior parte daqueles que desejam construir uma franquia é um pouco diferente do sonho de ser bem sucedido.

Muitos almejam possuir uma rede onde obterão o tão sonhado sucesso financeiro vislumbrando este mercado como simples e fácil de adentrar. Enquanto que por não possuírem experiência, não se sentirem preparados ou mesmo não possuírem um grande capital, acabam frustrando-se com a realidade.

Pensando no mercado de Franchising (Franquia) e sua alta rentabilidade, que decidimos trazer um copilado deste setor. Ademais, com seus riscos e oportunidades para quem deseja conhecer este mercado altamente rentável.

Neste artigo você verá:

  • Como está o Mercado de Franchising?
  • Como faço para entrar no Mercado de Franquias?
  • 5 dicas de como construir uma franquia!

 

Imagem relacionada

Como está o Mercado de Franchising?

Não há de se negar que qualquer pessoa deseja aumentar o seu patrimônio, expandir seus empreendimentos ou mesmo começar no mundo dos negócios. Para mostrar sobre como se encontra o Mercado de Franchising no cenário atual decidimos trazer alguns dados relevantes. Seja para quem deseja expandir os seus negócios ou começar neste mercado bastante promissor que vem demonstrando bons resultados.

Para você ter noção do potencial que o Brasil detém, atualmente somos um dos maiores países do mundo com números de redes franqueadas. Com cerca de 2800 redes franqueadas, contando com mais de 140 mil unidades de franquias por todo o território nacional. Segundo a ABF (Associação Brasileira de Franchising), o mercado corresponde a cerca de 2,4% do PIB nacional, faturando mais de R$ 160 bilhões.

Como faço para entrar no Mercado de Franquias?

Antes de qualquer coisa, é necessário que o interessado identifique quais os negócios que mais se encaixam no seu perfil. Caso esteja querendo criar uma franquia sem nenhuma empresa ou se já possui um negócio, como saber de que forma ele pode transformá-lo numa franquia?

Para aqueles que não tem uma empresa e desejam criar uma franquia, vale as seguintes dicas: Supondo que você tenha afinidade com produtos de maquiagem ou cosméticos, vale apostar em empresas do ramo de beleza. Assim pode se espelhar em empresas como a YES Cosmetics. Caso goste de degustar os variados sabores de cafés, pode se arriscar no crescente mercado de cafés finos ou em cápsulas, o qual está em alta a mais de uma década, com crescimento de 15% a 20% ao ano.

Dessa maneira, outros setores se validam da mesma forma, para os quais são essenciais que você faça várias pesquisas. Em especial sobre o mercado que deseja adentrar. Além disso, quanto mais especializado for o negócio, mais resultados ele trará para você.

De acordo com dados levantados pela ABF, com variação de mais de 14% em relação ao segundo trimestre do ano anterior, 2017, o setor de Hotelaria e Turismo obteve o maior crescimento até o presente momento. Isso denota que por mais que seja um mercado sazonal, percebe-se a procura e a expansão desse mercado.

Neste mesmo relatório, os setores que mais apresentaram expansão são os de Hotelaria e Turismo, Entretenimento e Lazer. Por último, liderando com o número de unidades franqueadas, o segmento de Alimentação conta com mais de 21.544 unidades por todo o país.

Como trabalhar com uma franquia pensando no futuro?

Como dito anteriormente, vale de conhecimento não só sobre o modelo de franquia que você deseja construir, mas  também sobre o ambiente, o local em que será lançada a empresa e o perfil do público que consumirá o seu produto/serviço. Assim, o objetivo mais essencial de todos é obter dados para trabalhar por meio de projeções futuras. Uma boa ideia para tangibilizar a sua ideia, é por meio do Plano de negócio, onde indica se é recomendável utilizar o sistema de franquias para expansão de uma marca. Além disso, saber também se as projeções para a franquia que você está desejando lançar seriam bem aceitas num local. Dessa forma, diminuindo os riscos do seu futuro negócio prosperar, aumentando as oportunidades de maior lucratividade e possibilitando maior visibilidade e crescimento da sua marca.

Dentre as vantagens em transformar sua empresa numa franquia está a diminuição dos riscos. Isso acontece quando se investe no crescimento de uma rede de franquias sem nenhum apoio, visto que o risco é somente seu. Mas no sistema de franquias todo o risco que você assume é dividido entre os franqueados, aumentando a probabilidade da empresa prosperar.

Como construir uma Franquia?

Agora que você já possui uma noção sobre o mercado de franquias, trouxemos aqui algumas dicas.

No Plano de Negócio, será definido o modelo de franquia e o parâmetro a ser seguido. Este informa todos os investimentos necessários para a implementação do modelo de franquia. Deste modo, o modelo precisa trazer um retorno saudável tanto para o franqueador quanto para os franqueados.

Para isso, hoje trazemos 5 dicas de como construir uma franquia:

1. Construa uma forte equipe de suporte aos franqueados

Pessoas são um dos maiores ativos, senão o maior, dentro de qualquer negócio, e isso é fato! Logo, não precisamos mencionar que uma equipe alinhada com a cultura da empresa seja um dos pontos principais. Em especial na hora de criar uma franquia, pois nela estará a base do desenvolvimento de toda a rede. Tornando a expansão da rede ligada a sua equipe,  porém não basta somente ser um chefe, mas sim um líder. Para isso, vale a leitura do artigo Liderança: 4 passos para ser um líder influente! da consultora Paloma Alves.

2. Formalização do Contrato entre franqueado e franqueador

Uma das principais etapas para a construção de uma franquia é o documento para a formalização do contrato. Este documento será feito entre o franqueado e o franqueador e, chama-se Circular de Oferta de Franquia – COF. Neste constará, por meio de um advogado especializado em Franchising, as normas jurídicas para o acordo entre ambas as partes.

3. Planeje como sua empresa se transformará numa franquia

Segundo a ABEP(Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa) 50% das empresas brasileiras fecham antes de completar 4 anos. Isso vem justamente de vários fatores, seja por causa do faturamento ou do ambiente. Sendo que o principal fator é com o planejamento sobre o negócio da empresa, muitas vezes negligenciado, que constam os principais aditivos para o crescimento do empreendimento e para a expansão da sua franquia você não pode cometer este mesmo erro.

Por meio do Plano de negócio, o qual é um dos primeiros passos para a construção de um Franchising. Nele estarão detalhados todas as transformações a serem alcançadas, royalties, taxas cobradas e pontos relacionados ao planejamento financeiro. Desta maneira, será por meio dele que será calculado o fluxo de caixa esperado. Assim, pode-se utilizar o ROI (Retorno Sobre Investimento) para um investidor interessado em ser associado.

4.  Mapeamento e padronização dos processos das unidades

Quando um franqueado está em busca de um negócio, ele busca uma franquia onde não precise começar do zero. Pois muitas vezes ele não tem muita experiência.

Eventualmente, pensa-se no ponto em que a franquia deve ser a mais atrativa possível. Visto isso, você tem que focar em padronizar todos os processos possíveis, em formas de treinamentos e capacitações. Assim minimiza-se ao máximo o tempo em que o franqueado desperdiçaria até aprender a gerir todos os processos existentes.

Entretanto esta etapa requer muito esforço e uma grande quantia de tempo não só para identificar por manuais todos os processos, como também para diminuir o tempo do mesmo. Normalmente se contratam empresas especializadas no Mapeamento de Processos para que a sua franquia tenha o máximo de padronização possível. Pois quando falamos de franquias, falamos de uniformização.

Pensando nisso, vale apena a leitura do artigo Mapeamento de Processos: A Oportunidade de Melhoria. Ele é uma das nossas soluções para otimização e visualização dos processos dentro de uma instituição trazendo outros mais enxutos e visuais.

5. Defina Estratégias para sua rede de franquia

Quando se pensa em criar uma rede de franquias, o empresário precisa não só saber como funciona o seu negócio. Ele também precisa saber o quão viável o negócio pode ser. Assim replicado num formato único, pois uma unidade pode ter sido bem sucedida. Mas o que garante que outras unidades geridas por pessoas de pensamentos diferentes aos seus podem alavancar a expansão da marca?

Justamente em relação a isso, o Planejamento Estratégico traz consigo uma menor taxa de riscos de acordo com sua utilização. Contudo, planejar é ter visão de mercado, é perceber as tendências, é a habilidade de saber como alcançar um objetivo.

Não planejar é submeter-se aos inúmeros riscos, tanto para uma franquia quanto para qualquer negócio.

Créditos: Esse artigo foi desenvolvido por Samuel Angelo, Consultor de projetos da ADM Soluções.