Crise na empresa: o que fazer?

Acima de tudo, se é observado que o cenário econômico mundial certamente não está muito favorável para as empresas como resultado da pandemia de covid-19. Em especial, para as empresas de pequeno e médio porte que certamente vivem uma de suas piores crises, devido a uma negligência na parte gerencial.

Dessa forma, neste texto serão apresentadas 3 ferramentas que certamente irão ajudar sua empresa a enfrentar o desafio. 

Gestão de crise

A primeira ferramenta é o gerenciamento de crise, ou seja, um conjunto de procedimentos e ações adotadas diante de um cenário que haja crise em uma empresa, consequentemente é utilizado para minimizar os impactos negativos e bem como buscar melhorias para a imagem da empresa.

Dessa forma esse processo deve reavaliar as estratégias adotadas pela empresa, com o objetivo de buscar reduzir os efeitos, sempre com transparência, cautela e assertividade, além disso, tomar o controle da situação.

Primeiramente, deve-se fazer um planejamento bem elaborado, onde acima de tudo, sejam apresentados os riscos e os efeitos das estratégias a serem aplicadas. 

Assim, gerenciar uma crise é um grande desafio, sobretudo é necessário para alcançar melhores resultados na empresa.

Por isso, alguns passos são importantes para administrar a situação de forma eficaz: 

  1. Alinhar as informações disponíveis 
  2. Monitorar a crise 
  3. Construir um planejamento impactante 
  4. Validá-lo
  5. Formar lideranças 

Benefícios do gerenciamento de crise:

  • Perceber os impactos ocorridos com antecedência 
  • Proporcionar uma ação rápida e eficaz
  • Preservar a imagem da empresa
  • Potencializar as chances do negócio
  • Melhorar a equipe de trabalho 

Gestão financeira

A segunda ferramenta apresentada é a gestão financeira, ou seja, um conjunto de processos, ações e métodos para controlar, analisar e planejar as atividades financeiras da empresa.

Dessa forma, essa gestão possibilita aos profissionais estudar os cenários e traçar metas para melhorar os resultados.

Diante disso, com a sua aplicação é possível equilibrar os gastos e os ganhos do negócio, analisando os custos e o controle do fluxo de caixa.

 4 pilares no processo de gestão financeira 

  • Planejar 

Em suma, seria definir os resultados a serem obtidos observando diversos fatores. Além disso, no planejamento deve conter análise da situação das finanças, identificação das oportunidades e utilização dos recursos. 

  • Controlar

Para resumir o controle financeiro, portanto, seria a verificação da execução dos processos a fim de monitorar as operações de forma constante para esclarecer as práticas e os resultados mensurados.

  • Analisar

Resumidamente, a análise dos dados e dos resultados de forma contínua é, sobretudo, de extrema importância para ter um bom controle e otimizar os processos.

  • Investir

Certamente o investimento deve acontecer de forma estratégica, ou seja, conforme a necessidade analisada da empresa anteriormente.

Benefícios da gestão financeira 

  • Reduzir gastos
  • Planejar as atividades das empresas 
  • Realizar investimentos 
  • Fazer reservas financeiras 

Gestão de processos 

A terceira ferramenta apresentada é gestão de processos, ou seja, um conjunto de práticas que têm sobretudo o objetivo de otimizar os processos do negócio, para dessa forma melhorar os resultados e gerar valor aos clientes.

Enquanto isso, a coordenação das etapas demonstra como resultado as melhores formas de aplicar métodos para assim potencializar os resultados. 

Além disso, o gerenciamento dos processos, dessa forma tem foco nas pessoas, além de observar os processos por inteiro e sempre ter a perspectiva do cliente.

Classificação dos processos

  1. Primários: geram diretamente valor ao cliente. 
  2. Suporte: dar apoio aos processos primários e de gerência. 
  3. Gerenciamento: coordena os processos primários e de apoio. 

Benefícios da gestão de processos 

  • Padronização das etapas
  • Disseminação da cultura de métodos
  • Redução das falhas e dos desperdícios 
  • Mensuração de resultados 
  • Melhoria na comunicação 
  • Aumento da satisfação do cliente

Precisa de ajuda para entender mais sobre como aplicar esse conteúdo em sua empresa? Fale com um de nossos consultores!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.